domingo, 2 de setembro de 2007

hóstia maldita...

amo a sinceridade bruta do norte, almoços regados a verde tinto e lanches de broa com chouriças ou presuntos, as asneiras sem maldade, as palmadas nas costas, rachar lenha, malhar o trigo, lavar a corte, banhos no tanque... mas acima de tudo, amo a simplicidade desta gente de bom coração :)

Sem comentários: